PRÊMIO MARCO MACIEL, entrevista com Bernhard Smid

1) Qual a importância do Prêmio Marco Maciel para o segmento?

Boas práticas precisam ser difundidas, e essa é a importância do Prêmio Marco Maciel: divulgar o que está sendo feito de bom no segmento de relações institucionais e governamentais por entidades de diversos segmentos. 

O setor de relações institucionais e governamentais é um segmento com muitos estigmas, e é primordial trazer transparência em tudo o que se refere; assim, as boas práticas merecem ser aplaudidas e divulgadas. O Prêmio Marco Maciel é uma forma de demonstrar que relações institucionais e governamentais fazem parte do dia a dia de todos, em todos os segmentos profissionais.  Não se pode ter vergonha do relacionamento com entidades governamentais e a defesa de interesses; afinal, a defesa de interesses é algo que faz parte do dia a dia de toda a população.


2) Como foi, para você, ser agraciado com a principal premiação do setor?

O time da Matchmaking Brazil ficou muito feliz em receber em 2020 o Prêmio Marco Maciel na categoria Preservação e Promoção de Empregos e Renda. Para nós, foi especialmente comemorado, considerando as restrições impostas pela pandemia do COVID e a necessidade de se reinventar.  Transpor barreiras é algo fundamental, e ficamos felizes que não somente a Matchmaking Brazil se reinventou em um período de tamanha adversidade, mas que foi um agente importante nesse processo de mudança para startups, micro e pequenas empresas, além de profissionais de relações institucionais e governamentais.

A COVID traz um importante aprendizado: a necessidade de se reinventar continuamente, estando aberto a novas tendências e a novas realidades. Nada é estático. O Prêmio Marco Maciel, para nós, traz esse significado: mesmo na adversidade, é possível buscar alternativas, alterar a forma de se relacionar institucionalmente, compartilhar conhecimento e estabelecer novos projetos.


3) O que te levou a escolher o case para concorrer? Pode contar um pouco sobre ele?

A promoção (e a preservação) de empregos e renda é de grande importância para a vida de qualquer família, e em especial em períodos adversos. A problemática afeta, principalmente, os mais vulneráveis, como por exemplo os profissionais recém-formados, além dos profissionais que empreendem e estabelecem seu próprio sustento. A Matchmaking Brazil se orgulha em trabalhar com múltiplos projetos inovadores, e particularmente consideramos de grande importância o desenvolvimento de atividades que envolve estudantes, empreendedores, startups e micro e pequenas empresas.

Especialmente em um período de tamanha adversidade, como o de 2020, achamos que tínhamos que contribuir positivamente com a sociedade. Assim, a forma como percebemos que poderíamos ser relevantes foi com a difusão de conhecimento.  Em 2020, a Matchmaking Brazil realizou cerca de 75 eventos digitais, sendo alguns próprios, e outros com entidades com as quais mantemos relacionamento institucional.  Também estivemos envolvidos na coordenação de 17 eventos digitais da Federação de Estudantes (FENERI), que tiveram o objetivo de ampliar o conhecimento dos estudantes e recém-formados que estão entrando no mercado de trabalho. Outros 50 eventos foram coordenados por instituições como a ABRIG, ASSOGOT, Strategos, Instituto Jovem Exportador e o PNBE.


4) Como foi o processo de inscrição?

Se inscrever para um prêmio é algo que gera muita dúvida.  No geral, ações sociais são vistas como filantrópicas, sem almejar algo em troca.  E essa foi a proposta da Matchmaking Brazil em 2020, ao realizar e apoiar diversos eventos virtuais.  Assim, somente tomamos a decisão de nos inscrever para o Prêmio Marco Maciel no último dia, nas últimas horas. A decisão que levou à inscrição foi justamente a importância de divulgar boas práticas de relações institucionais e governamentais, para que se tenha uma maior difusão e transparência desta atividade.


5) Se você pudesse premiar uma importante conquista social em que o lobby teve papel decisivo, qual seria? Por quê?

Quando falamos em lobby, estamos falando na defesa de interesses. Defender interesses é algo que, muitas vezes, demanda tempo e muitas sinergias institucionais: MATCHes, como gostamos de chamar na Matchmaking Brazil. Uma entidade que estamos apoiando e que tem sido bem-sucedida em MATCHes institucionais é o Instituto Jovem Exportador, que tem avançado significativamente no relacionamento público-privado em favor do empreendedorismo, com foco no acesso a mercados internacionais.



** Os artigos/entrevistas publicados são de inteira responsabilidade de seus autores. As opiniões neles emitidas não exprimem, necessariamente, o ponto de vista da Abrig.